O colapso dos fatos

César Meurer (Unisinos)

Resumo


A teoria correspondentista da verdade propõe que a verdade de uma sentença depende da correspondência desta a um fato. De acordo com Donald Davidson, não é possível produzir uma semântica satisfatória para fatos e, consequentemente, teoria correspondentista é uma proposta sem conteúdo ou ininteligível. Meu objetivo, com o presente artigo, é duplo: oferecer uma apresentação informal dessa crítica de Davidson e expor as linhas mestras da perspectiva que ele considera apropriada para a questão filosófica da verdade. Organizei o texto em quatro partes: na primeira, faço uma rápida caracterização da teoria correspondentista tal como ela foi defendida por Russell e Wittgenstein. Na segunda seção articulo um exemplo concreto que demonstra a estrutura da crítica de Davidson. Na terceira parte comento as possibilidades de defender a teoria correspondentista diante dessa crítica. Por fim, na última parte, indico as linhas mestras da solução que o próprio Davidson propõe para a questão da verdade.

Palavras-chave


Verdade; Correspondência; Davidson; Frege; Argumento da funda.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122