As relações entre a atividade e a ação em Hegel

Greice Ane Barbieri

Resumo


O objetivo do presente trabalho é o de apresentar, em linhas gerais, uma análise de duas formas diversas de atuar que são referidas na filosofia hegeliana, bem como delimitar o seu alcance. Tais conceitos são o de atividade (Tätigkeit) e o de ação (Handlung). O conceito de atividade está presente ao longo de toda a filosofia de Hegel, tendo um sentido amplo e, mesmo, constituindo-se como parte integrante do sistema. Já o conceito de ação aparece em um lugar bem demarcado do Espírito Objetivo, a saber, a Moralidade, ligado ao atuar dos sujeitos. Ora, em ambos os casos, os conceitos envolvidos tem grande importância na medida em que, o primeiro, revela diferentes facetas do movimento do sistema de Hegel e, o segundo, trata de expor os atos próprios dos sujeitos racionais. Além disso, parece existir uma relação essencial entre os conceitos de tal modo que cabe, então, expor, mesmo sob a forma de seus engendramentos principais, as bases desta ligação e a própria natureza do desenvolvimento conceitual, o qual envolve tais noções.

Palavras-chave


Hegel, atividade, ação

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122