O processamento automático de línguas naturais enquanto engenharia do conhecimento linguístico

Ariani Di Felippo, Bento Carlos Dias-da-Silva

Resumo


Neste trabalho, busca-se fornecer uma breve apresentação do domínio de pesquisa multidisciplinar denominado Processamento Automático de Línguas Naturais (PLN), que visa a capacitar um computador para lidar com a língua. Por meio dessa apresentação, traça-se uma determinada concepção de PLN, segundo a qual essa área é uma espécie de “engenharia do conhecimento linguístico”. Dessa forma, o PLN requer a descrição e formalização de dados linguísticos nas dimensões morfológica, sintática, semântico-conceitual e até mesmo pragmático-discursiva. Além da concepção linguisticamente motivada do PLN, destacam-se, ao longo deste texto, as motivações para o surgimento do domínio de pesquisa do PLN, o lugar que ele ocupa em meio a suas disciplinas correlatas e os objetivos e desafios que movem os pesquisadores do PLN. Ao final, alguns comentários sobre o processamento computacional do português do Brasil são fornecidos.

Palavras-chave: processamento automático de línguas naturais, engenharia da linguagem humana, linguística computacional, linguística, língua natural.

Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo