A metáfora na gramática do português: o caso da Construção Superlativa de Expressão Corporal

Igor Oliveira Costa, Neusa Salim Miranda

Resumo


O presente trabalho investiga a natureza metafórica da Construção Superlativa de Expressão Corporal, [Xv de YN/V] (“[ele] quase morreu de vergonha numa tarde de conversas”; “Padre Dito quase estourou de rir”; “O Lúcio rolou de rir com a explicação”), sob um viés sociocognitivista e construcionista. Dada a centralidade do uso no modelo teórico-analítico adotado, opta-se por uma análise baseada em corpus. O corpus utilizado é o Corpus do Português, composto por 45 milhões de palavras, de textos dos séculos XIV-XX. As análises, de maneira geral, apontam para a articulação de diferentes categorias cognitivasna instituição do padrão construcional sob estudo; a reanálise do elemento alocado em X – um verbo pleno – como um operador escalar, no contexto da construção; e a centralidade da metáfora na instituição de padrões gramaticais.


Palavras-chave: gramática do português, metáfora, construções modificadoras de grau.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo