Consciência moral, comunicação e resistência às medidas de controle da crise sanitária

contribuições à luz da ética do discurso e da pesquisa em dilemas sociais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/qt.2022.1020.04

Resumo

Como explicar a baixa adesão ao distanciamento social, a resistência às vacinas e a outras medidas de controle da pandemia de COVID-19? Embora uma resposta a essa questão aponte para diferenças demográficas, sociais e econômicas, o artigo objetiva expor a influência decisiva dos modelos mentais e dos sistemas de valores dos indivíduos. Para testar essa hipótese, introduzimos um arcabouço conceitual que integra a abordagem habermasiana da comunicação com a psicologia do desenvolvimento moral e a Escola de Bloomington, de análise institucional. Resultados de experimentos reportados em outro lugar mostram que a capacidade de resolver dilemas sociais comunicativamente, sem coerção, requer perspectivas sociais e estruturas cognitivas que emergem tardiamente da ordem de desenvolvimento moral dos indivíduos.

Downloads

Publicado

2023-01-10

Como Citar

FERRAZ MEYER, L. F. Consciência moral, comunicação e resistência às medidas de controle da crise sanitária: contribuições à luz da ética do discurso e da pesquisa em dilemas sociais. Questões Transversais, São Leopoldo, Brasil, v. 10, n. 20, 2023. DOI: 10.4013/qt.2022.1020.04. Disponível em: https://revistas.unisinos.br/index.php/questoes/article/view/23844. Acesso em: 24 maio. 2024.