A hermenêutica filosófica e a experiência formativo-educacional:

horizontes e desafios contemporâneos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/fsu.2023.242.06

Palavras-chave:

hermenêutica, educação, formação, diálogo, tradição.

Resumo

O presente artigo privilegia uma interface entre hermenêutica e educação considerando os fundamentos da filosofia de Hans Georg Gadamer. Seu objetivo é pensar, de modo propositivo, como a hermenêutica filosófica enquanto “sabedoria prática” pode contribuir para a discussão da experiência formativo-educacional em seu caráter dialógico e transformador. Tendo em vista a crítica hermenêutica dirigida à racionalidade técnico-científica e sua expansão na vida sociocultural, aborda-se alguns núcleos hermenêutico-conceituais (compreensão, experiência, tradição e diálogo) considerados fundamentos relevantes para pesquisas sobre o ensino-aprendizagem e sobre o fenômeno educacional. Problematiza-se a tese do “educar como educar-se” enquanto uma experiência dialógica com o mundo, fusão de horizontes atualizada e na perspectiva de repensar dinâmicas formativas e metodológicas nas experiências educacionais, devidamente contextualizadas.

Biografia do Autor

Almir Ferreira da Silva Junior, Universidade Federal do Maranhão

Universidade Federal do Maranhão, Departamento de Filosofia, Programa de pós-Graduação em Filosofia e do Mestrado Profissional de Filosofia em rede, Bahia, Brasil.

Downloads

Publicado

2023-07-26

Edição

Seção

Dossier