Hannah Arendt e a busca por uma fonte imanente e secular de autoridade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/con.2024.201.10

Palavras-chave:

Arendt. Autoridade. Secularização. Revolução. Conselhos.

Resumo

O objetivo do presente artigo é mostrar a relevância das reflexões de Hannah Arendt sobre a possibilidade de encontrar uma fonte de autoridade na política que não se remeta a algo que esteja acima dessa esfera. Em um primeiro momento, buscaremos definir autoridade e sua importância. Em segundo momento, será investigada a tentativa de Arendt de localizar a fonte da autoridade na esfera imanente, com os exemplos das revoluções modernas francesa e americana. Por fim, será apontado a organização política espontânea dos conselhos como uma tentativa de resolução da questão da autoridade, na medida em que busca conciliá-la com a igualdade. Para esse percurso serão analisadas obras de Arendt, sobretudo Entre o Passado e o Futuro, além de comentadores específicos.

Downloads

Publicado

2024-03-27