A parresía cínica em Diógenes de Sinope

Autores

  • Pablo Soares Silva

Palavras-chave:

parresía, cinismo, filosofia como forma de vida

Resumo

Trabalhando o conceito de parresía presente na obra A Coragem da Verdade, de Michel Foucault, o artigo visa abarcar uma análise do conceito encontrado na vida do filósofo cínico Diógenes de Sinope analisado sob o prisma da concepção de filosofia como forma de vida analisado por Pierre Hadot. Neste sentido, procuramos compreender a filosofia de Diógenes, sobretudo seu aspecto parresiastico, como forma constituinte do sujeito, ou seja, sua própria vida como uma forma de expressar sua filosofia, como um sujeito que ao utilizar a parresía, fez de seu falar franco sua filosofia como forma de vida. Neste sentido, compreendemos Diógenes como um filósofo que procurou ser livre e que condenava grande parte das convenções sociais de sua época.

Referências

ANTISERI, Dario, REALE, Giovanni. História da Filosofia – Vol. 1. São Paulo: Paulus, 1990.
FOUCAULT, Michel. A coragem da verdade. São Paulo: Wmf Martins Fontes, 2011.
HADOT, Pierre. O que é a filosofia antiga? São Paulo: Edições Loyola, 2014a.
_______, Pierre. Exercícios espirituais e Filosofia Antiga. São Paulo: É Realizações Editora, 2014b.
NAVIA, Luis. Diógenes, o cínico. São Paulo: Odysseus Editora, 2009.

Downloads

Publicado

2021-05-07