Os processos de acidentes de trabalho na capital do Rio Grande do Sul no início da Era Vargas: embates entre a Justiça, o patronato e o trabalhador.

Autores

  • Evangelia Aravanis ULBRA

DOI:

https://doi.org/10.4013/rlah.v1i3.87

Palavras-chave:

Lei de Acidentes de Trabalho. Rio Grande do Sul. Era Vargas.

Resumo

Nesta pesquisa tenho como proposta expor e analisar aspectos de processos de acidentes de trabalho, em Porto Alegre, no período de 1934 a 1940. Busco historicizar estes processos no contexto das leis trabalhistas da Era Vargas, trazer elementos do discurso jurídico e médico do período a respeito desses acidentes, expor informações sobre as condições de vida e de saúde dos operários que reivindicam este seu direito de indenização, bem como traçar conteúdos dos embates entre a Justiça, a medicina legal, o patronato e os trabalhadores no período. Observo que estes processos configuram-se numa fonte documental ainda pouco trabalhada na história do trabalho no Rio Grande do Sul, o que justifica e dá relevância a pesquisa.

Biografia do Autor

Evangelia Aravanis, ULBRA

Doutora em História pela UFRGS e Docente da ULBRA-Canoas,

Downloads

Publicado

2012-03-16