Linguagem e narrativa, jornalismo e literatura: a construção das imagens de Amazônia na revista Manchete da década de 1980

Carlos Borges Júnior

Resumo


Este artigo contempla parte dos resultados de pesquisa apresentados na dissertação de Mestrado A sobrevivência das imagens de Amazônia na literatura e no jornalismo de revista (Silva Júnior, 2012) e tem como objetivo (i) identificar que imagens de Amazônia são construídas pelas revistas Manchete, publicadas na década de 1980 (edições de junho de 1983 e de setembro de 1989); (ii) demonstrar conexões entre as imagens produzidas pela linguagem jornalística e narrativas literárias, em especial, os registros encontrados nas obras À margem da história (Cunha, 1999 [1909]), A selva (Castro, 1972 [1930]), Contos Amazônicos (Sousa, 2005 [1893]), Cinzas do Norte (Hatoum, 2005), e, (iii) apontar como o jornalismo aciona essas imagens para construir narrativas do presente. O resultado dos estudos aponta relações entre as imagens de Amazônia produzidas pelo jornalismo de revista e a literatura, que foram publicadas em Manchete na década de 1980. Este estudo é embasado nas teorias de Benjamin (2011) e Didi-Huberman (2006, 2010, 2011) acerca da sobrevivência das imagens e nas concepções dialógicas de linguagem de Bakhtin (2011).

Palavras-chave: imagens de Amazônia, narrativa jornalística, linguagem, literatura, jornalismo de revista.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Locations of visitors to this page