Românticos: a rotina e os valores dos jornalistas porto-alegrense da geração de 1940

Vicente Medeiros

Resumo


Este trabalho promove uma reflexão a respeito da rotina e dos valores profissionais e pessoais de nove jornalistas porto-alegrenses que iniciaram sua trajetória entre os anos de 1940 e 1960. O apanhado conclusivo mostra que, principalmente: o jornalista conseguia desenvolver suas atividades de forma menos cerceada no passado; o avanço tecnológico, por um lado, facilitou os processos de captação da informação, mas, por outro, diminuiu a presença do jornalista nos locais onde os acontecimentos se desdobram; a imprensa organizou-se em rubricas e editorias que contribuíram para a rotinização da profissão; os repórteres mais antigos passavam por processos de formação profissional mais desafiadores, com menos instrução sobre a realização das tarefas; e, por fim, essa geração viveu uma atmosfera mais romântica da profissão.

Palavras-chave: jornalismo, jornalistas, rotina, valores.


Texto completo: PDF



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Locations of visitors to this page