Construções de poder no documentário Maradona, de Emir Kusturica

Ana Maria Acker

Resumo


O artigo analisa como o cineasta Emir Kusturica compõe o personagem principal no documentário Maradona, de 2008. São verificadas as construções de poder apresentadas em torno da figura do ex-jogador, tendo como base os autores Pierre Bourdieu, Max Weber e Erving Goffman. Aideia é tentar compreender de que forma o diretor sérvio busca explicar o fenômeno do argentino no futebol por meio da narrativa documental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/ver.2012.26.63.03



ISSN: 1806-6925 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto Gráfico: Jully Rodrigues

Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logoLocations of visitors to this page