A comunicação para Ciro Marcondes Filho: sua trajetória no GT de Epistemologia da Comunicação da Compós

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/qt.2021.918.02%20

Resumo

 O artigo investiga a concepção de comunicação e as contribuições para os estudos comunicacionais propostas por Ciro Marcondes Filho em sete textos de sua autoria aprovados no GT Epistemologia da Comunicação da Compós, de 2011 a 2020. A ordenação do texto destaca três eixos principais: a) epistemológico e ontológico, b) metodológico e empírico e c) mobilização de referências e fundamentação teórica. O primeiro evidencia a noção negativa de comunicação do autor, bem como sua impossibilidade. O segundo ressalta o método metapórico do pesquisador e sua dinamicidade para apreender o fenômeno comunicacional como acontecimento comunicacional. Por fim, o terceiro destaca os principais autores citados por Ciro e como eles embasam a concepção de comunicação desse autor, elaborada na década de 2010.

Biografia do Autor

Tiago Barcelos Pereira Salgado, PUC Minas

Pós-doutorando em Comunicação pela PUC Minas, com bolsa CAPES. Doutor em Comunicação pela UFMG e pesquisador no grupo de pesquisa Campo Comunicacional e suas Interfaces (PUC Minas/CNPq).

Maria Ângela Mattos, PUC Minas

Docente e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social e da Graduação em Comunicação Social da PUC Minas. Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ e coordenadora do grupo de pesquisa Campo Comunicacional e suas Interfaces (PUC Minas/CNPq).

Downloads

Publicado

2022-02-07

Como Citar

BARCELOS PEREIRA SALGADO, T.; ÂNGELA MATTOS, M. A comunicação para Ciro Marcondes Filho: sua trajetória no GT de Epistemologia da Comunicação da Compós. Questões Transversais, São Leopoldo, Brasil, v. 9, n. 18, 2022. DOI: 10.4013/qt.2021.918.02 . Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/questoes/article/view/23021. Acesso em: 25 jun. 2022.