Mediatização do religioso: novas formas de igreja

Mihaela-Alexandra Tudor, Agnos Milian Herteliu

Resumo


No presente artigo iremos tentar colocar em destaque como a medialização, compreendida como “mediatização de tudo” (Bratosin, 2016), transforma a expressão e a representação da igreja enquanto organização religiosa, pelo estudo do caso da igreja conectada Jesus Market, uma plataforma orientada transmidiática, que propõe a prática de uma religião desencantada de tradições, rituais e pesos doutrinários (Tudor e Herteliu, 2016a; 2016b), na lógica do retorno aos grandes eixos da teologia luterana: Sola Gratia, Sola Fide, Sola Scriptura, Solus Christus. A escolha de tal projeto se deve ao fato de tê-lo considerado como representativo, como exemplo emergente de contestação, ao mesmo tempo no interior e no exterior da organização religiosa tradicional, possível no paradigma da teoria do pósneoprotestantismo (Bratosin, 2016).

Palavras-chave


Jesus Market, midialização e mídias; pós-neoprotestantismo; religião; transmídia.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Locations of visitors to this page