Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está com espaçamento 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto e foram anexadas também durante a submissão na etapa "Transferência de documentos suplementares".
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  • Paralelamente à avaliação, o artigo passa por uma revisão via software anti plágio Plagiarism.org e Plagius - Detector. Os programas indicam o endereço, o nome do artigo plagiado, a porcentagem de similaridade e os termos comuns. A partir dos relatórios gerados pelos softwares, a equipe editorial da Revista Questões Tranversais confere as informações e verifica cada caso.

Diretrizes para Autores

A revista está permanentemente aberta à submissões. São aceitos para a publicação somente trabalhos originais,inéditos, e que não estejam sendo avaliados para publicação em outra revista. Textos podem ser redigidos em português, inglês ou espanhol. São aceitos artigos de doutores (doutorandos e mestrandos somente em co-autoria com doutores) - esta norma passou a vigorar a partir do número 6, volume III, 2015. Aceita-se artigos assinados por, no máximo, três autores (norma a partir de 2017).

Os artigos devem ser enviados eletronicamente, seguindo as etapas do sistema que tem por objetivo dar assistência à edição dos periódicos científicos em cada etapa do processo de editoração.

A publicação dos artigos está sujeita à aprovação prévia da Comissão Editorial da revista, após o que serão submetidos à avaliação do tipo peer review feita por, pelo menos, dois pareceristas externos.

A aceitação final dos artigos depende dos seguintes critérios:

  • · Recomendação dos pareceristas;
  • · Efetivação dos ajustes necessários pelo(s) autores(es);
  • · E aprovação da Comissão Editorial, cuja resolução contemplará seis diferentes avaliações:

1. Aceitar;

2. Correções obrigatórias;

3. Submeter novamente para avaliação;

4. Enviar para outra revista;

5. Rejeitar

6. Ver comentários

 

Normas Gerais de Publicação:

  • Artigos e entrevistas com entre 10 e 15 laudas, seguindo normas anexas,
  • Artigos em inglês, espanhol, português, francês,
  • Abstract de no máximo dez linhas em inglês,
  • Participação restrita de articulistas das instituições instituição, conforme normas da Capes.

Importante:

  • · A revista não se responsabiliza por conceitos e opiniões emitidos pelos autores.
  • · O envio espontâneo de qualquer submissão implica automaticamente a cessão integral dos direitos autorais à Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Recomendações:

  • · Extensão: O texto deverá ter extensão máxima de 10 a 15 laudas, incluídas referências bibliográficas e notas. O título (no idioma original e em inglês) devem conter no máximo 240 caracteres incluindo espaços.
  • Imagens: se o artigo contiver imagens fotográficas e/ou desenhos gráficos, esses deverão ser encaminhados em formato original (.jpeg, .png, .tiff) e em arquivos separados com resolução mínima de 300 dpi. Importante: as figuras e tabelas devem estar inseridas no texto e anexadas (.jpeg, .png, .tiff) também durante a submissão na etapa "Transferência de documentos suplementares".
  • No arquivo referente ao texto, deverá ser indicado através da inserção das legendas (no idioma do artigo e também em Inglês), o local aproximado onde devem ser inseridas as figuras, gráficos, tabelas e/ou quadros.


Citações:

as citações no interior do texto devem obedecer às seguintes normas:

a) Um autor: (Leipnitz, 1987);

b) Dois autores: (Turner e Verhoogen, 1960);

c) Três ou mais autores: (Amaral et al., 1966);

d) Trabalhos com o(s) mesmo autor(es) e mesma data devem ser distinguidos por letras minúsculas logo após a data. Ex: (Amaral, 2008a) (Amaral,2008b);

 

Apresentação das citações:

a) Citações com menos de três linhas deverão ser incorporadas ao texto entre aspas;

b) Citações com mais de três linhas deveram ser apresentadas em parágrafo isolado, com espaçamento simples entre as linhas, corpo de 11 pt e recuo de 4 cm da margem esquerda do texto.

 

Notas de rodapé: As notas de rodapé devem ser usadas de forma parcimoniosa. Somente são permitidas notas de rodapé explicativas e não são permitidas notas que contenham apenas referências. Estas deverãoestar listadas, ao final do texto, no item ‘Referências’.

Não utilize as expressões op. citibid; ibidem; id; idem.

Não utilize a expressão apud, dê preferência pelo emprego da expressão in.

 

A matéria dos originais deverá conter, na seguinte ordem:

  • Título do texto: Título no idioma do artigo e em inglês. Se o artigo for redigido em inglês deve apresentartambém o título em português. Com no máximo 240 caracteres com espaço.
  • Resumos: no idioma do artigo e em inglês, em um único parágrafo, com até 10 linhas, acompanhado de três palavras-chave. Nos casos em que o artigo é escrito em inglês, solicita-se também a apresentação deresumo e palavras-chave em português.
  • Texto completo do artigo: formatado em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5.
  • Referências: as referências bibliográficas e de outra natureza devem ser listadas ao final do texto, em ordem alfabética, tamanho 12, espaçamento simples, como nos modelos abaixo:

Referências:

Artigos em periódico:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título do artigo. Título do periódico,volume(número/fascículo):pág inicial-pág final.

Ex.: SCOTT, J. 1995. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade2(20):71-99.

 

Artigos relativos a eventos:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título do trabalho. In: Nome do Congresso (Encontro, Simpósio, etc.), nº, cidade, ano. Anais... Cidade, Sigla. volume:pág inicial-pág final.

Ex.: DUARTE, M.A. 2003. Televisão: entre a novela e o telejornal. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, XXVI, Minas Gerais, 2003. Anais... 1:242-250.

 

Artigos em coletânea:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título do artigo. In: Inicial(is) do nome. SOBRENOME (org.),Título da coletânea. Cidade, Editora, p. pág inicial pág final.

Ex.: GRANDO, A. 2003. Os reality shows. In: V. HOEWELL (org.), Coletânea GT Produção de sentido nas mídias. Pernambuco, UNICAD, p. 75-81.

 

Livros:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título do livro. ed., Cidade, Editora, total de páginas p. Ex.: BRAGA, F. 2000. Fotos & imagens. São Leopoldo, Unisinos, 212 p.

 

Capítulos de livros:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título do capítulo. In: Inicial(is) do nome. SOBRENOME (ed.),Título do livro. Cidade, Editora, p. pág inicial-pág final.

Ex.: NEVES, G.B. 2003. As muitas faces do marketing. In: M. MENDES (org), Gestos: usos e significado. Porto, Universidade Fernando Pessoa, p. 41-50.

 

Dissertações e Teses:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Título da tese. Cidade, Sigla do Estado. Tipo de tese (mestrado, doutorado). Universidade, número total de páginas p.

Ex.: PEREIRA, C.E.J. 2004. Produção televisiva: as diferentes funções estratégicas de entrevistas na configuração discursiva da notícia. São Leopoldo, RS. Tese dedoutorado. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 803 p.

 

Citações de Sites e textos eletrônicos:

  • Caso seja possível identificar os autores de textos eletrônicos, a referência deve ser feita do seguinte modo:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Titulo do texto. Disponível em: http://. Acesso em: dd/mm/aaaa.

Ex.: LENKER, A.; RHODES, N. 2007. Foreign Language Immersion Programs: Features and Trends Over 35 Years. Disponível em: http://www.cal.org/resources/digest/flimmersion.html. Acesso em: 28/04/2007.

* Neste caso, no corpo do texto, a referência é identificada por (Lenker e Rhodes, 2007).

  • Se não for possível identificar os autores de textos eletrônicos, deve-se fazer a referência do seguinte modo: FONTE/SITE. Ano de publicação. Titulo do texto. Disponível em: http://. Acesso em: dd/mm/aaaa.

Ex.: GLOBO ONLINE, O. 2006. Brasil será o país com mais sedes do Instituto Cervantes. Disponível em: http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2006/10/25/286393283.asp. Acesso em: 05/04/2008.

* No corpo do texto a citação será (O Globo Online, 2006).

 

Jornais e revistas, órgãos e instituições:

Todos os textos de jornais e revistas devem constar nas referências bibliográficas.

  • Caso haja autor explícito, a referência é feita pelo seu sobrenome:

SOBRENOME, Inicial(is) do nome. Ano de publicação. Titulo do texto. Fonte (Orgão, Instituição, etc.). Sessão (Coluna, etc.). Cidade, dia mês (abreviado).

Ex.: MICELLI, S. 1987. Um intelectual do sentido. Folha de S. Paulo. Caderno Mais! São Paulo, 7 fev.

* No corpo do texto, indica-se (Micelli, 1987).

  • Caso não haja um autor e o texto seja de responsabilidade do órgão, faz-se a referência assim:

Fonte (Orgão, Instituição, etc.). Ano de publicação. Titulo do texto. Cidade, dia mês (abreviado), p. número da página.

Ex.: CORREIO DO POVO. 1945. Os métodos objetivos de verificação que empregamos no RS. Porto Alegre, 5 out., p. 14.

* No corpo do texto, indica-se (Correio do Povo, 1945).

 

Temas Livres

Questões Epistemológicas – sistematização, genealogia, crítica e tensões entre linhagens de pesquisa em comunicação.

Essa seção é a maior referência de seleção dos artigos em fluxo contínuo. Considera-se o trabalho epistemológico como sistematizações, genealogia do pensamento comunicacional, tensões entre perspectivas e crítica. Consideram-se linhagens de pesquisa o que está consolidado, em construção ou pertence à história da área: estudos de recepção, mediações, midiatização, economia política, semiótica, estruturalismo, teoria crítica, etc.

Dossiê Temático

Artigo submetido conforme convocatória em CFP. Haverá uma chamada neste formato por ano. Poderá ocorrer convite a editores específicos para a edição, conforme reconhecimentos na área.

Dossiê do GT Epistemologia da Comunicação - COMPÓS

O Dossiê será composto por artigos submetidos e aprovados no GT de Epistemologia da Comunicação da Compós. A Coordenação do GT de Epistemologia da Compós faz a solicitação do dossiê, podendo indicar artigos adicionais, conforme resultados da seleção realizada para o evento anual da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação do Brasil (COMPÓS).

Os pareceres encaminhados à Coordenação do GT, por ocasião da seleção para o evento da Compós, com o mínimo de duas avaliações por artigo, serão acolhidos como válidos para aprovação da submissão à revista, na condição de duplo cego no momento de sua formulação. Os pareceristas devem, adicionalmente, preencher o formulário de avaliação da revista.

Os coordenadores do GT são designados como editores específicos desta edição Os artigos passarão por rigorosa revisão técnica, a ser realizada por profissionais designados pelos Editores.

 

Recensões – Genealogias das Linhagens de Pesquisa

As recensões deverão ser de obras clássicas ou atuais do campo da comunicação, considerando-se especialmente aquelas avaliadas conforme sua importância em linhagens de pesquisa. As recensões devem ser direcionadas, visando a localizar não somente a obra em si, mas também a sua posição na genealogia da pesquisa.

Entrevistas – Genealogias das Linhagens de Pesquisa

A seção de entrevistas terá o formato de ofertas ou de solicitações, direcionadas a pesquisadores que sejam referência na área. Tem como foco principal a construção de percursos epistemológicos dos pesquisadores, relativamente a linhagens de pertencimento e vínculos com outras linhagens. Os editores dialogarão com os autores das entrevistas visando à realização deste formato. Antes da submissão, solicitam-se sugestão e consulta aos editores.

Comentários & Réplicas

Artigo selecionado para publicação pode ser eventualmente acompanhado de comentários críticos elaborados por outro pesquisador e de réplica do autor a esses comentários. Nesse caso, tais textos serão publicados nesta seção, fazendo-se remissão ao artigo. Igualmente, junto ao artigo será feita a indicação da existência de comentários e de réplica aqui incluídos. A inclusão nessa seção pode ocorrer por: a) solicitação do autor, que demanda comentários de autores com os quais esteja discutindo e/ou de especialista sobre autores central de suas reflexões e/ou pesquisador sobre o mesmo tema ou perspectiva epistemológica de pesquisa empírica; b) por grade de debates, no caso do Dossiê da Compós; c) os comentadores serão informados que o autor terá direito a réplica.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados na Questões Transversais serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.