A Companhia de Jesus e o Seminário de Santa Fé em Goa (1541-1548)

Felipe Augusto Fernandes Borges, Sezinando Luiz Menezes, Célio Juvenal Costa

Resumo


O artigo aborda o período inicial da implantação do Seminário de Santa Fé, fundado pelos portugueses em Goa, a chegada e cooperação dos jesuítas nesta iniciativa e, por fim, a transferência do Seminário para os cuidados da Companhia de Jesus, que foi disciplinado pelas “Constituições do Seminário de Santa Fé”. Procuramos analisar os objetivos do Seminário e sua relevância dentro do processo colonizador português, tendo em vista, principalmente, os relatos constantes nas fontes documentais da época, publicados na “Documenta Indica” (Wicki, 1948) e na “Documentação para a História do Padroado Português do Oriente” (Rego, 1950). O recorte temporal utilizado vai de 1541, ano da fundação do Seminário de Santa Fé em Goa, ao ano de 1548, quando os jesuítas fundam o Colégio de São Paulo e anexam o Seminário a esta instituição. Conforme procuramos demonstrar, o Seminário de Santa Fé era uma instituição voltada à cristianização e ao “aportuguesamento” das populações autóctones da Índia: era uma instituição, de uma só vez, voltada tanto aos objetivos da Igreja quanto aos da Coroa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/hist.2020.243.08



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo