A dimensão comunicacional do sampleamento: fantasmas fonográficos no caso “All star, but…”

Marcelo Bergamin Conter, Cássio de Borba Lucas

Resumo


O presente artigo discute a concepção de que registros fonográficos tem uma característica fantasmagórica, potencializada e atualizada por práticas de sampleamento. Propõe-se a (1) compreender o sampleamento como procedimento basilar do tipo de comunicação musical a que nos referimos e (2) analisar sua lógica de disseminação, investigando os desdobramentos que geram processos de diferenciação de um dado fenômeno fonográfico. De modo a verificar tal processo na música sampleada contemporânea, como estudo de caso, optamos pela recente disseminação massiva de remixagens, na internet, da canção All Star, do conjunto Smash Mouth. A investigação aponta para uma espécie de exploração colaborativa da virtualidade da música como um dentre os vários efeitos da comunicação fantasmagórica ativada pelo sampleamento intensivo.

Palavras-chave: Sampleamento. Fonografia. Comunicação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/fem.2020.221.08



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo