Notas sobre a configuração da dialética como metafísica no pensamento de Platão

Autores

  • Márcio Soares

Palavras-chave:

metafísica, dialética, formas, conhecimento, realidade, coisas sensíveis

Resumo

As notas que ora apresento tratam do nascimento da metafísica ocidental no pensamento de Platão. Ao atribuir ao pensamento de Platão o nascimento da metafísica, não estou negando o papel fundamental, e igualmente originário, de outros pensadores gregos, que inclusive precederam o Filósofo da Academia no tratamento de algumas de suas mais caras questões. E, entre todas as questões tratadas por Platão, certamente uma das mais caras é a questão do ser, que na língua grega se diz t  ón. Essa é a grande questão do pensamento especulativo grego. Dela trataram Parmênides, Heráclito e Anaxágoras, entre outros que precederam Platão e que ele possivelmente tomou como fonte para o seu próprio pensamento. A fundação da metafísica ocidental está intimamente ligada à questão grega pelo Ser. Dito em outras palavras, a metafísica é uma invenção dos gregos, que, conduzidos pela questão "o que é o ser?", a inauguraram em suas intuições fundamentais. A metafísica, tal qual a própria philosophía, é grega. Ela está na origem da filosofia e por longos séculos do desenvolvimento da razão e da civilização ocidentais foi sua máxima expressão. Assim, Platão é o inaugurador da metafísica no sentido de que seu pensamento expressa a grande intuição metafísica do ocidente. E isso não quer dizer outra coisa além do fato de que Platão foi quem definiu, de uma vez por todas, a forma e o conteúdo da metafísica ocidental. Nesse sentido, o filósofo foi um divisor de águas no desenvolvimento do pensamento grego. Ele reuniu todas as possibilidades de tal pensamento e lhes deu uma forma definitiva, que influenciou não apenas o pensamento grego subseqüente, mas todo o desenvolvimento do pensamento ocidental até hoje. Esse é o motivo e a justificativa por que, se queremos compreender a metafísica e, mais ainda, se queremos compreender a filosofia e a própria racionalidade ocidental em todos os seus desdobramentos e formas, devemos retornar ao seu nascimento em Platão.

Downloads

Publicado

2014-02-21

Edição

Seção

Artigos