Comunidade científica em Feyerabend e Dascal

Carlos Gustavo Wolff Neto

Resumo


Este artigo é um estudo comparado entre os pensamentos de Paul Karl Feyerabend e Marcelo Dascal sobre um tema específico: comunidade científica e seus debates. É necessário, para compreender a posição dos autores pesquisados sobre o tema, conhecer seu enquadramento epistemológico. Isso é feito na primeira parte do desenvolvimento, a partir de alguns elementos biográficos, derivando para uma exposição breve de suas concepções e produção teórica. A seguir, são descritas as ferrenhas críticas que Feyerabend apresenta contra a comunidade científica, ou melhor, ao seu modelo vigente. A alternativa fayerabendiana é o anarquismo epistemológico, o “ anything goes” (tudo vale), e a mais radical contrariedade ao dogmatismo metódico. Por fim, no quarto segmento, último do desenvolvimento do artigo, apresenta-se a posição de Marcelo Dascal. Este, embora proceda a uma crítica também contundente, apresenta uma alternativa dialética às polêmicas que não prescinde do método: trata-se da controvérsia, um tipo de polêmica que não objetiva a superação do oponente. Esta alternativa, que tem na pragmática seu escoramento teórico, apresenta uma possibilidade de comunidade científica coletiva, pública e racional.


Palavras-chave


Feyerabend, Dascal, método, comunidade científica, debate, controvérsia, pragmática

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122