Giorgio Agamben: arqueologia da máquina providencial

José Carlos de Castro Dantas (UEMA)

Resumo


O presente artigo trata do conceito de máquina providencial como sistema justificado de governo do mundo e dos homens – oikonomia, nos primeiros séculos do cristianismo. Através do método arqueo-genealógico, pelo qual segue e distancia-se ao mesmo tempo de Foucault, Giorgio Agamben desvela, em O Reino e a Glória, fundamentos teológicos dos paradigmas modernos da política e da economia ocidental.


Palavras-chave


Oikonomia; Máquina; Providência; Destino; Reino; Governo.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122