A questão da aporia em Platão

Lutecildo Fanticelli (UPF e Faculdade João Paulo II)

Resumo


As aporias que encontramos nos Diálogos de Platão têm, na verdade, seus méritos e seus deméritos. Algumas são legítimas e outras foram, de algum modo, forçadas. A aporia, se interpretada, por exemplo, como dispositivo protetor da ciência ou da pura racionalidade em detrimento do dogma, é algo louvável. Platão às vezes parece exceder-se ao suscitar as aporias. Com este artigo pretende-se apresentar uma noção geral daquilo que se entende por aporia em Platão. Abordar-se-á algumas aporias isoladas, que se encontram entremeadas pelos Diálogos e também outras finais, isto é, aporias que arrematam o Diálogo. O termo “aporia” em Platão significa, sobretudo, “caminho sem saída”. É que em quase todos os casos, os problemas suscitados são abandonados sem uma resposta. Algumas aporias provavelmente podem ser solucionadas, mas um paradoxo propriamente dito, via de regra, não tem uma solução. Isso é o que, em princípio, difere uma aporia de um paradoxo. Os Diálogos estão, na verdade, repletos de aporias, por isso, foram selecionadas apenas algumas, a fim de apresentar uma conceituação essencial da aporia platônica. Os Diálogos do período da juventude, embora sucintos, contêm alguns exemplos importantes. Entre eles: o dilema de Êutifron, a questão da exequibilidade da transmissão da virtude, respectivamente apresentadas no Êutifron e no Protágoras. Mas mesmo nos Diálogos tardios as aporias estão presentes. Tal é o caso do Parmênides e do Teeteto. No entanto, por uma questão de limitação de espaço e pelas qualidades das aporias, dentre os tardios, abordar-se-á apenas o Teeteto.


Palavras-chave


Aporia final; Aporias particulares; Paradoxos.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122