Consegue um homem comer um mamute inteiro? Psicologia moral do valor e normatividade

Luca Nogueira Igansi (UFPel e Unisinos)

Resumo


A concepção de valor no naturalismo moral enquanto empreendimento descritivista será investigada através da aplicação do crivo da falácia naturalista em uma perspectiva evolutiva da psicologia moral. Partindo de uma breve análise da falácia naturalista conforme proposta por Dall’Agnol, criticarei a aplicação do autor desta no que ele denomina de naturalismo moral. Contrastando a sociobiologia de E. Wilson com a teoria do altruísmo recíproco de R. Trivers procurarei uma definição de ética naturalista ao investigar as raízes psicológicas da motivação moral. Identifico que a falácia naturalista mostra-se desmerecedora de seu cunho e importância metaética, e evidencia-se que uma compreensão naturalizada do comportamento moral humano é vital para o entendimento da motivação para a ação e da concepção de valor; embora fraca sob uma perspectiva normativa.

Palavras-chave


Psicologia moral; Naturalismo; Normatividade; Cooperação; Metaética.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122