Jane Eyre de Charlotte Brontë: como o filme e a minissérie recriaram a heroína na cultura ocidental

Andrea de Cássia Jardim Rehm (UFRGS)

Resumo


A literatura dialoga intensamente com outras artes. Este artigo apresenta um estudo comparado interdisciplinar entre literatura e cinema. A análise empreendida envolve a obra literária Jane Eyre de Charlotte Brontë e as transcriações fílmicas homônimas dirigidas por Susanna White em 2006 e por Cary Joji Fukunaga em 2011. Para levar a efeito a investigação, foram eleitos parâmetros que se aplicam às três narrativas. Além disso, procede-se a uma pesquisa do tratamento dado à questão da linguagem em termos literários e fílmicos, contando com uma abordagem Semiótica.

Palavras-chave


Literatura; Fílmico; Arte; Interdisciplinaridade; Intertextualidade.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 1808-5253 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122