As questões de género no manual escolar: uma abordagem linguística

Teresa Conceição Mendes Castro, Rui Manuel Nascimento Lima Ramos

Resumo


No presente estudo analisam-se textos de manuais/livros escolares utilizados no Ensino Básico de Portugal, pretendendo-se revelar as representações que estes constroem das crianças e da infância, por meio dos mecanismos linguísticos de atribuição de papéis estereotipados às crianças, consoante o género a que pertencem. A investigação inscreve-se no domínio abrangente dos Estudos da Criança, mas dá especial importância à materialidade linguística dos textos, tendo por base os pressupostos da Análise do Discurso. Conclui que as crianças representadas nos textos são retratadas de forma diferente, consoante o sexo a que pertencem: enquanto as crianças do sexo masculino são caracterizadas como dominadoras, corajosas e audazes, as do sexo feminino apresentam traços de fragilidade e submissão. Esses estereótipos funcionam como “naturalizadores” dos papéis sociais dos leitores e configuram, assim, importantes aspetos da sociedade em construção.

Palavras-chave: criança, manual escolar, género.


Texto completo: PDF