Configuração e papel do sistema de avaliatividade no gênero reportagem

Sóstenes Lima, Maria Luiza M.S. Coroa

Resumo


Neste artigo, temos como objetivo analisar a configuração e o papel do sistema de avaliatividade no gênero reportagem. Buscamos, num primeiro momento, fazer uma explicitação da teoria do sistema de avaliatividade, conforme proposta por Martin e White (2005). Em seguida, procedemos à análise de um exemplar do gênero reportagem, a fim de identificar o modo como os sujeitos discursivos: (a) expressam avaliações afetivas, éticas e estéticas (subsistema atitude), (b) engajam-se no discurso (subsistema engajamento) e (c) mitigam ou intensificam suas avaliações (subsistema gradação). Os resultados encontrados na análise da reportagem Prontos para o século XIX, de Monica Weinberg e Camila Pereira, publicada na Revista Veja (Weinberg e Pereira, 2008), dão sinais de que o julgamento, subsistema da atitude, e o entretenimento e a atribuição, sentidos de expansão dialógica, um dos subsistemas do engajamento, constituem elementos retóricos estruturadores do gênero estudado.

Palavras-chave: gênero textual, sistema de avaliatividade, reportagem.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo