O obscurantismo do físico: uma objeção ao argumento da concebilidade de Chalmers

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/fsu.2020.213.07

Resumo

Um mundo zumbi é um mundo possível onde todas as verdades microfísicas são idênticas às verdades do nosso mundo, mas ninguém é fenomenalmente consciente. Um zumbi é um indivíduo em um mundo possível cujas verdades microfísicas são idênticas às verdades microfísicas de um indivíduo no nosso mundo, mas que não tem nenhuma das experiências fenomenais do indivíduo no nosso mundo. Um invertido é um indivíduo em um mundo possível cujas verdades microfísicas, não apenas são idênticas às verdades microfísicas de um indivíduo no nosso mundo, mas que também tem experiências conscientes fenomenais. Essas experiências, no entanto, são qualitativamente diferentes daqueles do indivíduo no nosso mundo. A primeira premissa do argumento da concebilidade de Chalmers contra o materialismo é que um mundo zumbi, um zumbi e um invertido são idealmente concebíveis. Esse artigo rejeita essa premissa ao alegar que: tendo em vista que a física contemporânea não permite que filósofos estabeleçam um conceito claro de físico que poderia ser oposto ao de algo não físico, um mundo zumbi, um zumbi e um invertido são meramente concebíveis prima facie, mas não idealmente. Essa objeção é chamada de Objeção do Obscurantismo do Físico.

Palavras-chave: Zumbis, qualia, concebilidade, possibilidade, física.

Downloads

Publicado

2020-11-25

Edição

Seção

Artigos