O papel do Valentior pars para a manutenção da liberdade em Defensor Pacis de Marsílio de Pádua

Autores

  • Manuel Mendez Alonzo University of Ljubljana

DOI:

https://doi.org/10.4013/fsu.2013.142.02

Resumo

O objetivo deste artigo é mostrar o peso que a comunidade tem na legislação da cidade Defensor Pacis de Marsílio de Pádua. Neste artigo, primeiramente, faço um breve resumo sobre a bibliografia de Marsílio de Pádua. Em seguida, trato sobre a relação entre a comunidade e a parte legislativa da civitas, mas não antes de definir o conceito communitas de Marsílio. No sistema proposto por Marsílio, os príncipes são limitados pela ação legislativa da comunidade, dando mais peso para o corpo cidadão. Finalmente, explico as condições em que a liberdade é protegida em uma cidade. Sugiro que a liberdade de Marsílio é a capacidade do corpo cidadão de participar na vida pública da cidade e por isso tento mostrar que há uma implícita preferência republicana no Defensor Pacis.

Palavras-chave: poder secular, liberdade, civitas, universitas civium, communitas.

Biografia do Autor

Manuel Mendez Alonzo, University of Ljubljana

Downloads

Publicado

2013-08-14

Edição

Seção

Artigos