Os dispositivos de poder da sociedade de controle e seus modos de subjetivação

Autores

  • Castor M. M. Bartolomé Ruiz

Resumo

Estamos adentrando um novo modelo de sociedade cujo paradigma de dominação não se exerce mais pela força do autoritarismo, mas se implementa pela tentativa de indução das práticas dos indivíduos. Para tanto se faz necessário criar dispositivos de poder cujo foco seja fabricar estilos de subjetivação acordes com as demandas institucionais mais urgentes. Os novos dispositivos de poder têm como alvo a produção dos desejos dos indivíduos, para que suas aspirações fundamentais coincidam com os objetivos estruturais. Essa sujeição do indivíduo ao universo simbólico do sistema se consegue pela fabricação de subjetividades flexibilizadas. Na outra ponta, a sociedade estabelece um controle das práticas dos sujeitos a partir dos resultados aferidos das mesmas. Esse controle das práticas e a produção de subjetividades flexibilizadas constituem a espinhal vertebral do novo modelo de sociedade de controle.

Palavras-chave: sociedade de controle, poder, subjetividade, desejo, ética.

Downloads

Publicado

2021-06-03

Edição

Seção

Artigos