A concepção de tempo no Confucionismo Clássico:

a correspondência e interação entre o tempo da história e o tempo da ética

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/fsu.2023.242.05

Palavras-chave:

filosofia do tempo, tempo da história, tempo da ética, Confucionismo Clássico.

Resumo

Este artigo aborda os dois tipos de concepção do tempo, a saber, o tempo da história e o tempo da ética. A primeira é uma concepção de tempo que se vê ou situa a própria vida na ou com a história, enquanto a segunda é um tempo da nossa vida pessoal interrompida pela intervenção do outro e pelo significado ético que o acompanha. Este artigo argumenta que o confucionismo clássico tem especificações interessantes dessas duas concepções de tempo. Em particular, mostra uma correspondência e interação entre os dois. Então, não é difícil alcançar o que nossa tradição tem buscado por meio de práticas éticas, e a tradição, por sua vez, nos incita a sermos éticos.

Biografia do Autor

Yat-hung Leung, East China Normal University

East China Normal University, Si-Mian Institute for Advanced Studies in Humanities, Shanghai, CN China.

Downloads

Publicado

2023-07-26

Edição

Seção

Artigos