O problema da Individuação nas substâncias corpóreas e a solução de Tomás de Aquino

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/fsu.2023.242.04

Palavras-chave:

individuação, Tomás de Aquino, substância corporal, matéria assinalada, dimensões determinadas.

Resumo

Este artigo apresentará a noção de “individual” de acordo com a filosofia de Tomás de Aquino buscando identificar os problemas que envolvem esta noção. Primeiro, como uma introdução, observamos esta noção de modo geral em algumas teorias filosóficas, mas depois adentramos propriamente na filosofia de Tomás de Aquino. Apenas a individuação da substância corpórea será apresentada, pois Tomás tem uma teoria diferente para a substância incorpórea, tal como os anjos, Deus e as almas separadas. Assim, a teoria de Tomás afirma que o princípio de individuação é a matéria assinalada, mas tal matéria assinalada é aquela que é considerada como tendo dimensões determinadas. Nossa principal preocupação será identificar o que significa a expressão “dimensões determinadas”. Usaremos uma explicação pouco habitual para esclarecer este problema. Uma vez que Tomás afirma que, no hilemorfismo, a matéria recebe o ser da forma, defenderemos que existe um conjunto de propriedades da matéria que recebe o ser a partir da forma.

Biografia do Autor

Thiago S. R. Contarato, UFRJ

Doutor em Filosofia pela UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Downloads

Publicado

2023-07-26

Edição

Seção

Artigos