O pensamento complexo de Ciro Marcondes Filho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/qt.2021.918.04

Palavras-chave:

Comunicação, Complexidade, Ciro Marcondes Filho, Razão Durante

Resumo

Livre-pensador, Ciro Marcondes Filho foi um jornalista e filósofo brasileiro que elaborou com sua “razão durante” uma ideia de Comunicação a partir das noções de incerteza, desordem, dúvida, disjunção e indeterminação. O texto faz aproximações entre a “Nova Teoria da Comunicação” por ele proposta e o pensamento complexo, aqui entendido como desafio de rejunção e articulação entre os saberes da filosofia, da arte e da ciência. Abordamos de início o esforço de CMF por conversações teóricas e diálogos mediante encontros acadêmicos. Analisamos algumas de suas críticas teóricas, em especial a noção de ruído, auto-organização e razão-durante. Nossa metodologia foi a análise bibliográfica das obras de CMF relacionando-as às noções citadas. Nossas conclusões mostram que os princípios da razão durante se aproximam daqueles da razão complexa.

Biografia do Autor

Gustavo Castro Silva, Universidade de Brasília (UnB)

Jornalista, poeta, professor de Estética da Universidade de Brasília. Mestrado em Educação (UFRN), doutorado em Antropologia (PUC-SP). Coordenador do Grupo Siruiz - Comunicação e Produção Literária CNPq/UnB).

Referências

atlan, Henri. 1992. Entre o cristal e a fumaça. Rio de Janeiro, Zahar.

BOHR, Niels. 1995. Física Atômica e conhecimento humano. Rio de Janeiro: Contraponto.

GÖDEL, Kurt. 1979. O Teorema de Godel e a Hipótese do Contínuo. Lisboa: Ed. Fundação Calouste Gulbenkian.

HEISENBERG, Werner. 1996. A parte e o todo. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto.

MARCONDES FILHO, Ciro. 1990. “Comunicação ano zero”. São Paulo, p.59-60. Comunicação & Politica: Uma Revista da América Latina, São Paulo, v.9 , n.11, p.59-60, abr./jun.

Marcondes Filho, Ciro. 2005. “Michel Serres e os cinco sentidos da comunicação”. In: Novos olhares. Eca-USP. N. 16, segundo semestre.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2002. O espelho e a máscara – O enigma da Comunicação no caminho do meio. Nova Teoria da Comunicação. Tomo I. São Paulo: Ed. Paulus.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2004. O escavador de silêncios – formas de consruir e de desconstruir sentidos na Comunicação. Nova Teoria da Comunicação. Tomo II. São Paulo: Paulus.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2010. O princípio da razão durante. Nova Teoria da Comunicação. Tomo III. São Paulo: Ed. Paulus.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2019. Comunicação do Sensível. São Paulo: ed. ECA-USP. Disponível em:

http://www.livrosabertos.sibi.usp.br/portaldelivrosUSP/catalog/view/368/324/1332-1

MARCONDES FILHO, Ciro. 2009. Superciber: a civilização místico-tecnológica do século 21. São Paulo: Ed. Paulus.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2014. A arte de envenenar dinossauros. Brasília: Ed. Casa das Musas.

MARCONDES FILHO, Ciro. 2009. Dicionário da Comunicação. São Paulo: Ed. Paulus.

PRIGOGINE, Ilya. 1998a. In: Caderno de Ideias. Jornal do Brasil. Rio de Janeiro. 5. nov, p.1

PRIGOGINE, Ilya.; STENGERES, Isabelle. 1997. A nova aliança. Trad. Miguel Faria et alli. Brasília: Ed. UnB.

PRIGOGINE, Ilya. 1996. O fim das certezas. Trad. Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Unesp.

PRIGOGINE, Ilya. 1998b. A sociedade em busca de valores. Trad. Luis C. Feio. Lisboa: Instituto Piaget.

PRIGOGINE, Ilya. 2001.Ciência razão e paixão. Trad. Edgard de Assis Carvalho et alli. Belém, Eduepa.

WATZLAWICK, Paul. 1988. (Org.) L’invention de la réalité. Comment savons nous ce que nous savons? Paris: Ed. Seuil.

Downloads

Publicado

2022-02-07

Como Citar

SILVA, G. C. O pensamento complexo de Ciro Marcondes Filho. Questões Transversais, São Leopoldo, Brasil, v. 9, n. 18, 2022. DOI: 10.4013/qt.2021.918.04. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/questoes/article/view/22294. Acesso em: 25 jun. 2022.