Cooperativismo e Economia Solidária: a constituição de uma Cooperativa de Catadores de Resíduos Sólidos em São Joaquim (SC)

Inea Giovana Silva-Arioli, Geraldo Augusto Locks, Mario Vitor de Sousa Arruda, Chaiane Susin Bernardo, Caroline Meerholz

Resumen


Este artigo tem por objetivo analisar as percepções de sujeitos envolvidos na constituição de uma cooperativa de trabalho de catadores de resíduos sólidos do município de São Joaquim, SC. O trabalho foi realizado por integrantes da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Planalto Catarinense (ITCP/Uniplac), programa permanente de extensão, cuja missão é incubar e oferecer apoio técnico a Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) existentes ou que vierem à luz na região do Planalto Catarinense. Esta pesquisa de abordagem qualitativa é uma pesquisa de campo que coletou dados por meio de entrevistas semiestruturadas feitas com três catadores e três parceiros apoiadores; destes últimos, um é representante do poder público local e os outros dois, parceiros que atuam no Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense (CISAMA). Os resultados alcançados indicam o papel fundamental do poder público e da base jurídica para a formação da cooperativa; o difícil contexto dos catadores e as dificuldades que permeiam a formação da cooperativa; a importância das entidades de apoio neste processo; e a compreensão da cooperativa como um trabalho coletivo democrático.

Palavras-chave: cooperativa, catadores de resíduos sólidos, Economia Solidária.


Texto completo: PDF (Português (Brasil))



Av. Unisinos, 950 - B. Cristo Rei / CEP 93.022-000 - São Leopoldo (RS) Central de Relacionamento Unisinos: +55 (51) 3591 1122 Ext.: 3219

Designed by Jully Rodrigues

 

Licença Creative Commons

This work is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License. Melhor visualizado no Mozilla Firefox