Utopia: categoria da análise social?

André Caruso

Resumo


Utopia foi o nome que Thomas More deu à ilha descoberta por Rafael Hitlodeu, o navegador português personagem do seu livro. Desde o século XVI, outras ilhas e sociedades ideais foram criadas por escritores insatisfeitos com o mundo em que viviam. Entretanto, uma mudança ocorreu no século XIX. Utopia deixou de ser apenas o nome da ilha de More e se tornou um conceito amplamente utilizado por filósofos e cientistas sociais. O objetivo deste trabalho é acompanhar o processo de transformação da utopia em categoria da análise social. Gostaríamos de ressaltar as limitações que o uso indiscriminado dessa categoria impõe ao estudo de textos e fenômenos considerados “utópicos”. Por fim, analisaremos brevemente o caso das missões jesuíticas na antiga Província do Paraguai, reputadas como “utopias” desde meados do século XIX.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/hist.2020.243.14



ISSN: 2236-1782 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
 
 
 
 
 
 
 
 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo