O jornalismo refém do algoritmo do Facebook: desafios regulatórios para a circulação de notícias numa sociedade de plataformas

Marcelo Kischinhevsky, Renata Fraga

Resumo


Este artigo parte da tensão entre o Facebook e organizações jornalísticas em torno dos espaços de circulação on-line do jornalismo para propor novos arranjos regulatórios, abrangendo maior liberdade do público na gestão de conteúdo, transparência da norma algorítmica, aprimoramento da proteção de dados pessoais e valorização das práticas jornalísticas na plataforma. O texto recorre a uma revisão bibliográfica nos campos de economia da mídia e economia política da comunicação, a entrevistas realizadas pelos autores com editores da BBC News Brasil e a análise documental para discutir as implicações da mudança no algoritmo do Facebook ocorrida em 2018, que reduziu a visibilidade do jornalismo produzido por grupos de mídia de referência, pondo em xeque a diversidade de vozes e a qualidade da informação oferecida num ecossistema midiático de crescente conectividade.

Palavras-chave: jornalismo. Facebook. algoritmos. economia da mídia. economia política da comunicação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/fem.2020.222.11



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo