Das origens da mise-en-scène ao cinema dos irmãos Dardenne

Alexandre Silva Guerreiro

Resumo


Este artigo propõe uma análise das origens do conceito de mise-en-scène, seu específico cinematográfico e as relações de poder que se estabelecem a partir dele, ao mesmo tempo em que evoca a obra dos irmãos Dardenne como exemplo de relativização das instâncias de poder que o conceito carrega, ancorando a encenação nos dias atuais.  Na primeira parte do artigo, examinamos as origens teatrais e teóricas da mise-en-scène para, num segundo momento, traçarmos uma genealogia da encenação dardenneana, colocando o problema sobre os limites do conceito de mise-en-scène, discorrendo sobre sua dimensão ética e concluindo com uma discussão sobre o conceito na contemporaneidade.

Palavras-chave: Encenação. Cinema. Dardenne.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo