J.F. Kennedy, memória e editoração: tensões entre livro e revista em uma edição da TIME magazine

Frederico de Mello Brandão Tavares, Márlon Uliana Calza

Resumo


O ex-presidente John F. Kennedy, além de personagem ícone da política dos Estados Unidos e mundial, foi protagonista de centenas de capas de revista. Nos últimos anos, em 2013 e 2017, dois volumes celebraram, respectivamente, os 50 anos da morte de JFK e o centenário de seu nascimento; ambos produzidos sob a chave memorialística do “legado”. A edição de 2017, de LIFE, e a de 2013, de TIME, transfiguram-se, cada qual, em uma “revista-livro”. Os dois exemplares convocam a trama material da produção livreira para relatar, em capítulos, a trajetória pública e privada do ex-presidente. Tomando a edição de 2013, da revista TIME, como objeto central da análise, o texto problematiza as tensões entre livro e revista, como materialidades gráfico-visuais e comunicativas. Analisa, assim, de que maneira essa afetação mútua reflete-se em uma produção jornalística, reconfigurando a natureza do periódico e caracterizando o conteúdo de um dossiê histórico, além de dar a ver princípios e questões editoriais mais amplas.

Palavras-chave: Revista. Livro. John F. Kennedy. Revista TIME. Edições especiais.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo