Formas do cronotopo do realismo fantástico nas telenovelas de Dias Gomes e suas zonas de contato com o presente histórico brasileiro

Daniela Jakubaszko, Joyce Simplicia de Moraes, Lucas Lunguinho Soares

Resumo


Este artigo apresenta parte dos resultados de uma pesquisa cujo objetivo é analisar, a exemplo do estudo das formas do ‘cronotopo’ empreendido por M. Bakhtin (1993; 2006), a produção de sentidos de quatro telenovelas representantes do realismo fantástico de Dias Gomes (O Bem Amado, Saramandaia, Roque Santeiro, O Fim do Mundo). A preocupação central, a exemplo de Bakhtin, é a de perceber como se articulam na ficção as categorias de tempo-espaço (ficcionais e históricas) e a imagem dos variados tipos de cidadãos brasileiros ali representados, de forma a consolidar para além de seu tempo histórico de produção, as narrativas e conflitos que emergem a partir dessa articulação. Supomos a existência das seguintes formas cronotópicas: Cronotopo do AI-5 (O Bem Amado e Saramandaia); Cronotopo das “Diretas Já” (Roque Santeiro) e Cronotopo da “Nova Ordem Mundial” (O Fim do Mundo).

Palavras-chave: Comunicação. Telenovela brasileira. Dias Gomes. Dialogismo. Cronotopo.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo