Comunicação militarizada: a internet e os novos formatos da guerra

Sérgio Amadeu da Silveira, João Francisco Cassino

Resumo


O presente artigo tem por objetivo abordar os principais conflitos digitais que ocorrem no âmbito de uma Internet militarizada. Debate como os atores não-estatais ganharam força e desequilibraram o poder dos Estados Nacionais usando do meio digital. Detalha as diferenças entre as Guerras Convencionais e outras formas de guerra que combinam tipos de ações indiretas para destruir o inimigo. Mostra como surge o conceito de Guerra Híbrida e a falta de consenso sobre o que isso significa com exatidão. Esclarece as distinções entre Netwar (Guerra em Rede) e Cyberwar (Ciberguerra). Examina como as técnicas de captura, armazenamento em massa e processamento de gigantescas bases (Big Data) contribuem para a espionagem e para a vigilância generalizada em nossa sociedade conectada. Por fim, questiona se é possível, na atual realidade, ter perspectivas de uma desmilitarização da Internet.

Palavras-chave: Militarização. Ciberespaço. Vigilância.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo