Desinformação e esfera pública no Twitter: disputas discursivas sobre o assassinato de Marielle Franco

Felipe Bonow Soares, Paula Viegas, Shana Sudbrack, Raquel Recuero, Luiz Ricardo Hüttner

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar as disputas discursivas no Twitter que surgem a partir de desinformação sobre o caso de Marielle Franco. A metodologia utilizada foi a Análise de Conteúdo, através da qual foi possível perceber como a desinformação se propagou e quais são as disputas discursivas envolvidas nesse processo. Para sistematizar a análise, foram criados dois grupos de tweets: o grupo da desinformação, que busca atacar o caráter de Marielle, e o grupo que desmente as notícias falsas e a defende. Nossos principais resultados mostram que o espalhamento de desinformação acaba alterando o foco inicial da mídia, que destacava a vida pública de Marielle. Além disso, vemos que a mídia tradicional teve papel decisivo para dar visibilidade e, depois, desmentir as acusações falsas contra Marielle.

Palavras-chave: Disputas discursivas. Desinformação. Esfera pública.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo