A natureza comunicativa da cultura: a Festividade de Carimbó de São Benedito de Santarém Novo – Pará

Gleidson Wirllen Bezerra Gomes, Fábio Fonseca de Castro

Resumo


Este artigo reflete sobre a natureza comunicativa da Festividade de Carimbó de São Benedito de Santarém Novo, que acontece anualmente no estado do Pará. Em um primeiro plano, pensamos a festa como um fenômeno cultural maior, presente em todas as sociedades humanas e compreensível como estrutura social – ou como aquilo a que Simmel (1999) chama de forma social – em sua dimensão cultural e comunicacional. No plano subsequente, pensamo-na enquanto conteúdo social, ou seja, a variante específica da forma social, localizada em um plano cultural específico, consubstanciado pela experiência social em curso e como dinâmica intersubjetiva a um só tempo cultural e comunicacional. Discutimos esse processo com apoio das noções de natureza comunicativa da cultura em Martín-Barbero (2006) e em França (2001). A pesquisa foi desenvolvida a partir de um campo etnográfico composto por observação participante e entrevistas em profundidade. Procuramos pensar a experiência social em sua dimensão cultural e comunicacional e partir de sua dimensão endógena.

Palavras-chave: comunicação, festa, carimbó, Amazônia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.4013/fem.2016.181.04



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues
 
 
 
 
 
   
Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo