Embalagem de alimento orgânico: signos entre identidade e convenções

João Batista Freitas Cardoso, Luiz Gustavo Rodrigues

Resumo


O presente texto objetiva estudar a embalagem como elemento de comunicação no segmento de produtos orgânicos. Para isso, são analisadas duas embalagens de produtos orgânicos, uma pertencente a uma linha de produtos não orgânicos e outra produzida por uma marca exclusiva de produtos orgânicos. Como resultado das análises, percebe-se que os elementos de composição das embalagens são definidos em função de uma série de convenções: linguagem da categoria; identidade da marca; ou estereótipos relacionados à imagem de produtos naturais. Para realizar as análises, foi utilizada a teoria semiótica de Charles S. Peirce.

Palavras-chave: embalagem, produto orgânico, semiótica visual.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-750. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122
Projeto gráfico: Jully Rodrigues


Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo