Entreaberto-Entrefechado: herança maldita do conceito de comunicação

Marco Toledo Bastos

Resumo


O presente artigo percorre um debate comum às ciências sociais e à filosofia, mas que ainda não encontrou um tratamento adequado na área da comunicação. Trata-se do debate sobre a abertura e o fechamento das consciências e dos sistemas, disposição epistemológica que subjaz ao conceito de comunicação não obstante a ausência de formalização teórica. O texto percorrerá esse debate, especialmente, pela teoria dos sistemas sociais de Niklas Luhmann, pela cibernética de Heinz von Foerster e pelas filosofias de Jürgen Habermas, Gilles Deleuze e Maurice Merleau-Ponty. O texto está dividido em nove tópicos e traz, como tópico final, um resumo e uma breve conclusão sobre o estado atual desse debate teórico.

Palavras-chave: Niklas Luhmann, Maurice Merleau-Ponty, fechamento operacional.


Texto completo: PDF



ISSN: 1984-8226 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122