A pesquisa de intervenção cartográfica em Arte Educação

Monica Zewe Uriarte, Adair de Aguiar Neitzel

Resumo


Este artigo tem como foco a pesquisa de intervenção cartográfica como um método para pesquisas em Arte Educação. O objetivo é discutir sobre essa metodologia, que coloca em evidência os processos e as questões educacionais que respeitam as subjetividades e a experiência. A metodologia de pesquisa é qualitativa, e a abordagem é bibliográfica, com aporte teórico principal em Deleuze e Guattari (1995), Kastrup (2008) e Uriarte (2017). Como resultado, sinaliza-se que essa metodologia exige mudança nas práticas de narrar; apresenta a pesquisa e a intervenção como dois planos de um mesmo processo; não dissocia os campos da análise e da intervenção; constitui-se um método aberto às relações e às conexões com outras áreas do conhecimento; exige a imersão do pesquisador no território da pesquisa; é sempre um coletivo de forças e, mostrou-se muito adequado para a pesquisa em Arte Educação, especificamente na área da Música.

Palavras-chave: pesquisa-intervenção cartográfica, metodologia de pesquisa, Arte Educação.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues