A produção intelectual docente na pós-graduação em Educação no norte do Brasil: avanços e desafios

Wilma de Nazaré Baía Coelho, Carlos Aldemir Farias da Silva

Resumo


A institucionalização dos cursos de pós-graduação no Brasil completou, em 2015, cinquenta anos. Este artigo objetiva o mapeamento reflexivo acerca da produção intelectual docente em educação na pós-graduação no Norte do país no período de 2010-2014. O levantamento de dados realizado em fevereiro de 2015 satisfez cinco etapas: (i) conformação do quadro docente a partir do acesso às páginas Web dos programas examinados na UEPA, UNIR, UFPA e UFAM; (ii) arrolamento de artigos, livros e capítulos na plataforma Lattes CNPq; (iii) aprofundamento quantitativo e qualitativo da produção no tocante às palavras-chave; (iv) agrupamento, integração e correlação entre as linhas de pesquisa dos programas considerando para tal inflexão a ênfase por meio das palavras-chave; (v) consubstanciamento dos dados levantados na plataforma Lattes e nas páginas Web com os relatórios CAPES. Pautados pela análise de conteúdo (Bardin, 2000) e na pesquisa quantitativa (Gatti, 2004), realizamos a sistematização e análise dos dados. A produção intelectual revela certa regularidade no volume e na diversidade dos temas na maioria dos programas. A despeito dos avanços e desafios, o período examinado revelou que o corpo docente atuante na região tem empreendido esforços para o crescimento social, científico, tecnológico e educacional com vistas ao desenvolvimento e à diminuição das desigualdades regionais.

Palavras-chave: educação, produção intelectual docente, região norte do Brasil.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93022-000, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues