As atitudes de licenciandos sobre o “ser professor”: uma dimensão das representações sociais

Gilmar Lopes Dias, Alesandra Cabreira Dias, Edna Maria Querido de Oliveira Chamon

Resumo


Este artigo tem como objetivo caracterizar as atitudes de estudantes de licenciatura como uma das dimensões da representação social sobre o “ser professor”. Atitudes são constructos que exprimem um direcionamento geral com respeito a um objeto e o posicionamento afetivo e cognitivo dos atores sociais em relação a esse objeto. Atitudes podem ser vistas como uma das dimensões constitutivas das representações sociais, e seu estudo permite analisar a orientação para a ação dos atores sociais, neste caso os licenciandos. O estudo foi conduzido junto a uma amostra de 580 sujeitos, matriculados em cursos de licenciatura da Cidade de Santarém (PA). Para a coleta dos dados utilizou-se um questionário contendo questões fechadas e uma questão aberta. As análises foram realizadas combinando o levantamento estatístico das questões fechadas com a análise de conteúdo da questão aberta. Os resultados obtidos caracterizam a docência como uma ocupação desvalorizada e pouco reconhecida, porém socialmente útil e que exige criatividade e dedicação. Apontam para uma visão mítica do professor como herói e salvador da educação, que é profundamente enraizada na sociedade, e, ao mesmo tempo, indicam sua função social como formador político e social.

Palavras-chave: licenciando, formação docente, atitude, representação social.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo