Os outros como condição de aprendizagem: desafio para uma abordagem sociodinâmica da Educação Comparada

António Gomes Ferreira

Resumo


Em Educação Comparada, os outros têm de ser fundamentais. Querendo assumir uma abordagem sociodinâmica, defendemos que ela deve submeter-se à premissa da aprendizagem compreensiva, o que significa o propósito declarado de alcançar novo conhecimento sobre realidades sociais complexas. Uma aprendizagem compreensiva não se compadece com qualquer tipo de autoritarismo, antes exige uma atitude de empenho intelectual na verificação da legitimidade do conhecimento produzido e na colocação de novas questões ou na utilização de outros métodos ou outras técnicas de investigação. A aprendizagem compreensiva é integradora e articuladora de conhecimentos, desenha-se processualmente, procurando sentido em informações variadas. Os outros aqui não são só os que se inscrevem na realidade em estudo, evidentemente incontornáveis. Eles também são os pares e outras pessoas, de diversa filiação disciplinar, cultural e ideológica que ponderam a problemática e se constituem como interlocutores mais ou menos ativos e mais ou menos influentes quer na produção, quer na regulação ou na verificação da consistência da aprendizagem.

Palavras-chave: Educação Comparada, abordagem sociodinâmica, pluralidade e interdisciplinaridade.


Texto completo: PDF



ISSN 2177-6210 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219
Projeto gráfico: Jully Rodrigues




Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo