Violência verbal e argumentação nas redes sociais: comentários no Facebook

Autores

  • Ana Lúcia Tinoco Cabral Universidade de São Paulo e Pontifícia Universidade de São Paulo

Resumo

O trabalho apresenta a análise de comentários da rede social Facebook, focalizando a construção argumentativa na interação e observando a violência verbal como estratégia argumentativa. A base teórica contempla o conceito de intencionalidade (Sandig, 2009), os estudos de argumentação (Ducrot, 1984; Plantin, 1996; Amossy, 2006), conceitos relativos às interações em ambientes digitais (Seara e Cabral, 2017; Graham e Hardaker, 2017; Maíz-Arévalo, 2019) e fundamentos da impolidez e da violência verbal (Culpeper, 2011; Kádár, 2019; Terkourafi, 2008). Um post do Facebook, sobre a violência contra a mulher, provocou comentários, os quais suscitaram respostas de outros usuários. Foram analisados comentários e suas respostas, com vistas à verificação da construção argumentativa e da função das marcas de violência nessa construção. As análises permitem observar que, no contexto das interações no Facebook, o conjunto de comentários constitui um texto co-construído e argumentativamente orientado, no qual a violência verbal cumpre importante função argumentativa.

Palavras-chave: argumentação; violência verbal; redes sociais.  


Downloads

Publicado

2019-12-02

Como Citar

Cabral, A. L. T. (2019). Violência verbal e argumentação nas redes sociais: comentários no Facebook. Calidoscópio, 17(3), 416–432. Recuperado de http://revistas.unisinos.br/index.php/calidoscopio/article/view/cld.2019.173.01