Produção de humor em narrativas infantis em espanhol

Leonor Ruiz-Gurillo

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a produção infantil de humor a partir de uma perspectiva linguística. A pesquisa centra-se nos aspectos linguísticos da produção e apreciação do humor, analisados a partir de um corpus de 148 narrativas em espanhol sobre o mesmo assunto – uma viagem escolar a Marte –, escritas à mão por alunos de nove a dez anos de idade. Entendendo-se o humor como a experiência de encontrar algo divertido, os tipos de apreciação humorística de que as crianças gostam são os seguintes: discrepância física; violação de expectativas, de comportamento racional e de pensamento conceitual; produção de regras linguísticas em língua marciana e distorções/exageros. A partir dessa abordagem linguística, verifica-se que esses tipos de incongruência derivam de mecanismos lógicos, baseados no raciocínio – analogia, coincidência, etc. – e não em relações sintagmáticas como justaposição ou paralelismo, para citar apenas duas. As crianças envolvidas no estudo podem usar uma série de marcadores humorísticos, incluindo exclamações e indicadores humorísticos – metáforas e unidades fraseológicas, entre outros – para narrar uma aventura neste mundo fantástico. O presente estudo, então, corroboraria a aquisição da competência humorística pelas crianças, com base nos elementos linguísticos que elas utilizam nas narrativas.

Palavras-chave: competência do humor, produção do humor, apreciação do humor, incongruência, crianças.


Texto completo: PDF (English)



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank