A construção do diálogo em sala de aula de língua inglesa: uma análise enunciativo-discursiva das interlocuções

Renata H. P. Pucci, Maria Nazaré da Cruz

Resumo


Em sala de aula de língua inglesa, principalmente em escolas de idiomas que se fundamentam em princípios da abordagem comunicativa de ensino de língua estrangeira, almeja-se o engajamento discursivo do aluno e dele é esperado que exerça a habilidade oral na língua em estudo. Esse objetivo dirige o encaminhamento do discurso do professor durante as aulas. Neste texto, analisamos o papel do professor na tomada da palavra pelo aluno em sala de aula de língua inglesa, em uma escola de idiomas. Apresentamos os resultados de uma análise enunciativo-discursiva das interlocuções entre os sujeitos – alunos de uma turma do estágio intermediário e sua professora – fundamentada na teoria enunciativa da linguagem de Bakhtin. As análises mostram que a professora tem papel mediador fundamental no processo da tomada da palavra pelo aluno em inglês; com a sua participação e colaboração, os diálogos vão sendo construídos em sala de aula e quando o espaço para as interlocuções dos alunos não é por ela propiciado, essas não acontecem. Depreendemos das análises que a postura discursiva assumida pela professora, quando toma parte no diálogo, devolve a palavra ao seu interlocutor e colabora com a construção dos enunciados em sala de aula, pode promover mudanças qualitativas nos discursos dos alunos, que tomam a palavra para opinar, elaborar e narrar.

Palavras-chave: enunciação em língua inglesa, mediação do professor, análise enunciativa.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank