A voz e o discurso interior na obra de Mikhail Bakhtin

Fernando Hartmann

Resumo


Neste artigo, apresentamos uma interpretação das noções de voz e discurso interior tal como foram desenvolvidas por Mikhail Bakhtin. Entendemos que a voz é sempre voz de um sujeito, de um humano. E essa voz precisa de uma materialidade para ser composta. Mas não se trata somente de uma materialidade sonora. A voz é o que está impresso do humano na matéria que se endereça a outro humano, de fato, a voz compõe o texto. Neste sentido, procuramos relacionar o conceito de voz com o conceito de discurso interior em Bakhtin. Apesar de se tratar de um fenômeno ao qual estamos familiarizados, o discurso interior é impossível de ser analisado diretamente devido ao fato de ele não produzir um material concreto no nível da língua. Diante disso, o que nos é possível analisar é tão somente a representação do discurso interior e não o discurso interior em si. O laço do diálogo exterior com o diálogo interior é uma das chaves que encontramos para analisar o discurso interior. Em todo diálogo exterior, existe o cruzamento com o diálogo interior. Repetimos e expandimos algumas análises da obra de Dostoiévski realizadas por Bakhtin (2002) com o propósito de relacionar a voz ao discurso interior. Concluímos que o discurso interior é inseparável da voz de dentro que se realiza, assim como toda interlocução é inseparável do discurso interior dos locutores.

Palavras-chave: voz, discurso interior, linguagem.

Texto completo: PDF (Français)



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo